sábado, 11 de diciembre de 2010

Radio agencia desde Brasil



Destaque
“Estão usando o Código para destruir as florestas”, diz Marina SilvaEm entrevista à Radioagência NP, a senadora Marina Silva (PV) – que ficou em terceiro lugar nas eleições presidenciais com 20 milhões de votos – concorda que deve haver mudanças no Código Florestal que já completou 45 anos. Porém, ela explica que os pontos que alimentam a polêmica são complexos e não podem ser tratados no imediatismo, como quer o setor ruralista. Ela defende uma votação somente para a próxima legislatura e afirma que “estão querendo usar o Código Florestal para promover a destruição da floresta.”
 

Notícias
Organizações denunciam o “encarceramento em massa” no Brasil
O Brasil possui a terceira maior população carcerária do mundo, ficando atrás dos Estados Unidos e da China. O Ministério da Justiça estima em 490 mil o número de pessoas cumprindo pena ou aguardando julgamento. Somente no estado de São Paulo são 170 mil. Com o objetivo de denunciar os abusos cometidos pelo Estado, diversos movimentos sociais, pesquisadores, familiares de presos e vítimas de violência policial realizam o seminário “Encarceramento em Massa: Símbolo do Estado Penal”.
Brasil tem fraco rendimento em prova internacional que avalia leitura
Os estudantes brasileiros de 15 anos ficaram em 53º lugar em uma prova que avaliou a capacidade de leitura dos adolescentes. O teste, aplicado a cada três anos pelo Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa), avaliou alunos de 65 países. Os alunos brasileiros tiveram rendimento inferior em comparação a alunos de outros países da América Latina, como Chile (44º), Uruguai (47º) e Colômbia (52º). Porém, os brasileiros ficaram à frente dos argentinos (58º) e peruanos (63º).
Apenas onze estados possuem Plano de Educação
De acordo com um estudo do Observatório da Educação, da ONG Ação Educativa, apenas 11 estados possuem um Plano de Educação. Segundo a legislação, os planos de educação devem ser desenvolvidos pelos estados e municípios e precisam seguir as normas federais. Eles apresentam um conjunto de metas a serem alcançadas por meio de políticas públicas. As ações devem ser desenvolvidas no prazo máximo de dez anos.
Votorantim corta o plano de saúde de aposentados por invalidez
Os ex-funcionários da empresa Votorantim Metais, da unidade de Três Marias (MG), perderam o direito de ter acesso aos serviços do plano de saúde. De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos do município, todos eles foram aposentados por invalidez e tiveram as condições de saúde afetadas enquanto atuavam na Votorantim.
Brasileiros consideram violência doméstica um “problema de todos”
Quase 82% da população brasileira considera a violência doméstica contra a mulher um grande problema da sociedade. De acordo com pesquisa do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA), menos de 2% da população considera que esse tipo de violência não é um problema relevante. Esses dados fazem parte do Sistema de Indicadores de Percepção Social (SIPS) sobre igualdade de gênero, lançado nesta terça-feira (7).

Entrevista
Acessibilidade não garante inclusão de pessoas com deficiência
O defensor público Leandro de Marzo Barreto, afirma que o Estado ainda não está preparado para oferecer uma igualdade de tratamento na educação, na saúde e demais seviços sociais. A lei que regulamenta o exercício da profissão de Tradutor e Intérprete de Libras (Língua Brasileira de Sinais) entrou em vigor somente em setembro de 2010. Barreto avalia que essa falta de regulamentação dificultava a contratação de profissionais pelo poder público. Para ele, nos poucos lugares onde há acessibilidade, ainda não há inclusão.

Todo o conteúdo da Radioagência NP pode ser reproduzido em qualquer veículo de comunicação,
desde que citada a fonte e mantida a íntegra do material.